OS TOP 10 MELHORES E PIORES FILMES DE SUPER HERÓIS DE TODOS OS TEMPOS

Roteiros originais são raridade em Hollywood. Hoje os estúdios basicamente recorrem a três fontes para realizarem seus filmes: livros, remakes e gibis. Nos gibis, os que mais se destacam, são os filmes de super-heróis. Segue uma lista dos 10 melhores filmes de super-heróis feitos até hoje.

10º) Blade
Este obscuro personagem da Marvel Comics foi o responsável direto pela enxurrada de produções que acontecem atualmente. Foi uma espécie de “Será que a gente consegue ganhar dinheiro com essa coisa?”. Antes de ser preso por não pagar seus impostos, Wesley Snipes encarnou o daywalker Blade e detonou um zilhão de vampiros. Teve duas continuações, uma mais fraca que a outra.
9º) Batman
Se você era vivo na década de 90, não pôde escapar da Batmania. Por todos os lados via-se o símbolo do morcego. De calcinhas a mochilas, de lancheiras a desodorantes, tudo tinha a marca do morcego. O filme dirigido por Tim Burton teve como destaque a atuação de Jack Nicholson como Coringa. Teve três continuações, uma mais ou menos e duas horríveis, que não devem ser assistidas para evitar danos cerebrais irreversíveis.
8º) X-Men
Depois de Blade, a Marvel tinha que colocar algum medalhão nas telonas pra ver se o seu projeto cinematográfico vingava. Os escolhidos foram os mutantes. Com bons atores, um diretor competente e uma grande revelação, o ator Hugh Jackman, o filme foi um sucesso estupendo de bilheteria. Menção honrosa para Louise Mingenbach, figurinista que poupou os heróis de seus horrorosos, colantes e coloridos uniformes de lycra, substituídos por elegantíssimos trajes negros de couro. Nota 10!
7º) Homem-Aranha
A Marvel já sabia que poderia fazer seus heróis serem lucrativos, mas ainda faltava o principal herói da editora. O diretor Sam Raimi, um apaixonado por quadrinhos e pelo Aranha, conseguiu traduzir para o filme, tudo aquilo que víamos no papel, deixando satisfeitos fãs e não fãs. Apesar do uniforme esquisito criado para o Duende Verde, o filme é muito bem feito e não decepciona.
6º) Corpo Fechado
Um roteiro original que bebe na fonte dos super-heróis clássicos. Um loser americano médio descobre da noite para o dia que tem super-poderes. Com a ajuda do filho, decide combater o crime, mas será que o Sr. Vidro deixará? Bruce Willis e Samuel L. Jackson estrelam este filme sobre um herói que não usa uniforme, mas tem que sair com sua capa de chuva, a única proteção contra sua maior fraqueza.
5º) Homem de Ferro
A Marvel já tinha conseguido sucessos com X-Men pela Fox e Homem-Aranha pela Sony, mas ainda faltava o passo definitivo: produzir, realizar e distribuir seus próprios filmes. O Homem de Ferro foi o escolhido. O filme não é espetacular, mas o diretor Jon Fraveau soube dosar muito bem ação e diversão, conseguiu uma bilheteria muito boa e abriu caminho para Homem de Ferro 2 e 3, O Incrível Hulk, Thor, Capitão América e o sonho de todo marvete: o filme dos Vingadores.
4º) Homem-Aranha 2
Apesar do excelente primeiro filme, o Homem-Aranha ainda não tinha enfrentado um vilão decente. Tudo mudou nesta segunda aventura. O Dr. Octopus interpretado pelo subestimado Alfred Molina, rouba a cena e transforma este filme no melhor do Aranha. Um terceiro filme muito fraco foi realizado e outros dois estão a caminho.
3º) X-Men 2
O primeiro foi para apresentar os mutantes. O segundo mostra porque eles precisam defender seus pares e a humanidade. A cena inicial, com o mutante Noturno invadindo a Casa Branca, dá a tônica do filme, ação do começo ao fim, costurada por uma conspiração para acabar com todos os mutantes da Terra. Um terceiro filme razoável foi realizado, um filme solo do Wolverine e pelo menos mais três projetos (Deadpool, Magneto e Young X-Men) estão em andamento para manutenção da franquia mutante.
2º) Batman: O Cavaleiro das Trevas
Se você ainda não assistiu, esqueça que é um filme do Batman e assista. Você verá o melhor filme do Batman até o momento. Um roteiro inteligente, cenas de ação surpreendentes e uma atuação magnífica de Heath Ledger como Coringa, que infelizmente morreu após as filmagens, fazem deste um excelente filme. Não deixe seus filhos pequenos assistirem. O filme é de super-herói, mas é para adultos.
1º) Superman
É incrivel como 31 anos após seu lançamento, este filme não ficou datado nem ultrapassado. Mesmo o vestuário, o vocabulário e os costumes da época, não tiram o brilho deste filme. Simplesmente porque Richard Donner e Christopher Reeve, conseguiram interpretar a essência do personagem e fazer deste filme o melhor filme de super-heróis de todos os tempos. 

Você já viu uma lista dos Top 10 melhores, agora prepare-se para os 10 piores. É uma lista de fazer corar até herói que usa cueca por cima da calça.

10º) Homem-coisa
Só uma coisa vem a minha cabeça quando tento imaginar porque esse filme foi realizado: lavagem de dinheiro. Não é possível que a Marvel tenha gasto dinheiro neste filme, que de bom não tem nada. Nenhuma distribuidora topou exibir o filme. Saiu diretamente em DVD para mofar nas prateleiras do Blockbuster.
9º) Justiceiro
Na década de 80 a Marvel começou a dar seus primeiros passos nos cinemas e escolheu o Justiceiro, porque seria mais fácil de realizar. Porém nenhum dinheiro do mundo pode salvar um filme dirigido por Mark Goldblatt e estrelado por Dolph Lundgren. A Marvel ainda insistiu por duas vezes, em 2004 com Thomas Jane e em 2008 com Ray Stevenson. Apesar de a última tentativa ser a melhor das três, o enredo é fraco. O Justiceiro é um herói de 3ª categoria. Não merece longa metragem. Quer assistir um filme do Justiceiro? Desejo de Matar I e II com Charles Bronson.
8º) Homem-Aranha 3
Parece que decidiram misturar vários roteiros no liquidificador e filmar qualquer coisa para aproveitar a fama do inseto e faturar milhôes. Sam Raimi está irreconhecível e a melhor coisa do filme é a cena da origem do Homem-areia, copiada de uma propaganda de camionete. Vilões demais e história de menos fecharam mal a trilogia do aracnídeo.
7º) Motoqueiro Fantasma
Pouca gente sabe mas Nicholas Cage chama na verdade Nicholas Coppola, ele é sobrinho do grande Francis Ford Coppola. Como é um grande fã de histórias em quadrinhos, pegou emprestado o sobrenome do personagem Luke Cage para seu pseudônimo artístico. Ele sempre sonhou em viver um dos seus heróis e quase encarnou Superman, num projeto capitaneado por Tim Burton, graças a Deus engavetado. Este filme é dirigido por Mark Steven Johnson, que não sabe dirigir um filme. Seus filmes dão sono, seus cortes são incompreensíveis e não dão ritmo ao filme.
6º) Demolidor
Adivinha quem dirigiu este filme? Mark Steven Johnson. Esse cara deve ter fotos comprometedoras de executivos da Marvel. Só isso explica o deixarem estragar este filme e ainda ser escalado para dirigir Motoqueiro Fantasma. Além disso, a grande marca do Demolidor nos quadrinhos é não matar e numa das cenas, mal copiada da melhor fase do herói escrita por Frank Miller, ele faz isso deliberadamente. Sacrilégio!
5º) Elektra
Fazer um filme derivado de outro pode dar certo, como vimos recentemente em X-Men Origens: Wolverine, saído diretamente de X-Men. Mas neste caso, a descaracterização total da personagem e a tentativa de desvinculá-la do universo do Demolidor foram escolhas totalmente equivocadas. A única coisa que pode se salvar desse filme é Jennifer Garner, sempre um colírio para os olhos.
4º) Mulher-Gato
Até hoje eu me pergunto, porque esse filme se chama Mulher-Gato? Ele poderia ser Mulher-onça, Mulher-papagaio, Mulher-lagartixa ou Mulher-Melancia que não mudaria nada, porque o filme não tem nada a ver com a Mulher-gato, aliás, não tem nada a ver com o que se pode chamar de filme. A pergunta que não quer calar é: o que Halle Berry e Sharon Stone estavam fazendo nesse filme? Resposta: Grana, nada mais.
3º) Superman IV: em busca da paz
Quer paz? Não assista esta bomba! Os dois primeiros filmes do Superman foram fantásticos, o terceiro foi meia-boca, mas este filme foi terrível. Uma história muito fraca, sobre um Home-Nuclear criado por Lex Luthor para sustentar um roteiro sobre a guerra fria. Gene Hackman estava endividado e uma coisa está provada, Christopher Reeve é o eterno Superman, mas não sabia escrever roteiros de filmes.
2º) Batman Eternamente
Depois de dois bem-sucedidos filmes realizados por Tim Burton a Warner decidiu entregar a franquia para Joel Schumacher e contratar atores de peso como Val Kilmer para Batman, Nicole Kidman como interesse romântico, Jim Carrey como Charada e Tommy Lee Jones como Duas-Caras, além disso, Chris O’Donnell introduziria Robin no universo do morcego. Mas baixou o caboclo Joãzinho Trinta no Joel, ele fez um monte de adereços, acreditou na história do caso entre Batman e Robin e a todo momento Tommy Lee Jones se perguntava, o que é que eu estou fazendo aqui? O único que se divertiu pra valer foi Jim Carrey que fez todas as caretas e poses possíveis e imagináveis, das quais tanto gosta.
1º) Batman e Robin
Quando se pensava que nada poderia ser pior que Batman Eternamente, Joel Schumacher conseguiu se superar. Bebendo na fonte do seriado dos anos 60, com bat-tranqueiras como o bat-card, mostrando traseiros e mamilos dos heróis, desperdiçou o talento de Uma Thurman e George Clooney e fez Arnold Schwarzenegger pagar o maior mico de sua carreira, calçando pantufas de urso polar. Rezemos para que Christopher Nolan assine para dirigir o próximo Batman, pois a Warner pode ter a “brilhante” idéia de escolher outro diretor carnavalesco.